Um estudo argentino demonstrou que comer carne de vaca de forma equilibrada pode reduzir a glicemia e o colestrol, um facto que termina com a teoria de excluir carnes vermelhas das dietas.

O cardiologista e um dos autores da investigação, Alberto Alves Lima, afirma que o estudo realizado com carnes argentinas comprovou que as carnes vermelhas magras podem ser benéficas sempre que forem incluídas numa alimentação equilibrada com verduras.

A análise baseou-se na alimentação de 48 pessoas que receberam três planos alimentares diferentes com tipos de carne distintos ingerindo carne de vaca em 27 das 70 refeições do mês.

A conclusão mais significativa registou uma diminuição acentuada dos níveis de colestrol, assim como uma redução dos índices de glicemia e um aumento da vitamina E.

O estudo foi apresentado por médicos do Instituo Cardiovascular de Buenos Aires e uma especialista do Instituto Nacional de Tecnologia Agropecuária, no decorrer do congresso anual da Sociedade Argentina de Cardiologia.

0 comentários: